Semed busca tornar as escolas municipais mais seguras e prevê a criação de uma rede de proteção

No geral, o ambiente escolar é um local de aprendizado considerado seguro, mas não está isento de eventualidades, inclusive acidentes, mal súbitos, como o caso do estudante Lucas Begallo, falecido em Campinas (SP), depois de ter engasgado em uma excursão organizada pela escola.

Por meio de incentivo da família do estudante foi criada a Lei n° 13.722/18, chamada de Lei Lucas, que versa sobre a assistência necessária para agravos súbitos de saúde nas escolas, incluindo a oferta de curso de primeiros socorros a professores e funcionários, tanto de escolas públicas quanto de instituições privadas, que lidam com a educação básica de crianças.

Em cumprimento a Lei Lucas e observância a Lei Federal nº 12.645/2012 que estabelece o Dia Nacional da Segurança e Saúde nas Escolas, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) criou o Projeto Saúde e Segurança na Escola (PSSE), que visa atuar no apoio e prevenção de acidentes no ambiente escolar, por meio de palestras, treinamentos, além de prever a criação de uma rede de apoio interna em cada instituição.

O PSSE iniciou suas atividades nas escolas na última semana do mês de agosto ao realizar um curso de primeiros socorros para servidores de três escolas municipais: Jozias Leão, Jean Piaget e Novo Horizonte.

O curso teve como objetivo capacitar os profissionais dessas unidades educacionais para atendimentos de situações emergenciais e, consequentemente, torná-las mais seguras para eventualidades, uma vez que as escolas estão sendo preparadas para a retomada gradual do ensino presencial.

Segundo o coordenador do projeto, João Batista Viana Everton, que também é professor e bombeiro, todas as escolas municipais serão contempladas. “Neste primeiro momento, queremos levar treinamento básico de primeiros socorros para o corpo docente das escolas. Caso ocorra algum problema que necessite a aplicação desse conhecimento, as equipes vão estar preparadas”, enfatiza o coordenador, informando que muitas outras ações serão realizadas.

Por  Messania Cardoso Fotos: Lucas Santos

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios