DestaqueParauapebas

SERVIDORES REJEITAM PROPOSTA DO GOVERNO

Em mais uma Assembléia Geral Extraordinária, realizada na última terça-feira (12), no Auditório do Centro Universitário de Parauapebas (Ceup), os servidores analisaram a realidade econômica do município e a ausência de dados da administração pública, e por fim rejeitaram por unanimidade a proposta de reajuste salarial e vale-alimentação, apresentada pelo Governo Municipal.

A Prefeitura apresentou sua proposta de reajuste salarial e do vale-alimentação na terceira rodada da mesa de negociação com os Sindicatos, realizada na sala de reuniões do Gabinete do Prefeito na manhã de terça-feira (12). Após apreciação e aprovação da categoria, foram encaminhadas as seguintes propostas:

1- Reajuste Salarial 2019: Foi rejeitada por unanimidade a proposta do governo de reajuste salarial no percentual de 4,3% (quatro vírgula três por cento) e aprovada por maioria absoluta, uma nova proposta no percentual de 9%, que corresponde a 3,75% de atualização inflacionária e 5,25% de ganho real para compensar as perdas históricas que os servidores sofreram antes da atual administração sindical.

2- Vale Alimentação 2019: Também foi rejeitada por unanimidade a proposta do governo do vale alimentação no valor de 704,02 (setecentos e quatro reais e dois centavos) e aprovada por unanimidade uma nova proposta no valor de R$ 775,00 (setecentos e setenta e cinco reais), buscando aproximar a realidade de vida de Parauapebas com a de outras entidades de porte similar ao da prefeitura.

Conforme deliberado na mesa do dia 12/03, logo após a realização de suas assembleias, as entidades sindicais encaminharam as decisões da categoria para que o governo municipal se posicione na próxima rodada de negociação que ocorrerá na próxima terça-feira (19/03).

Buscando dar celeridade ao processo de negociação salarial, o sindicato convoca uma nova assembleia para o dia 19/03, as 18h30, no auditório do CEUP, para avaliação do resultado da mesa e fazer os devidos encaminhamentos.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios