DestaqueNotícias

Sindmepa emite nota contra vereadora Joelma Leite

Saindo em defesa de médicos atuantes no Hospital Geral de Parauapebas (HGP), os quais se sentiram ofendidos com afirmação da vereadora Joelma Leite, proferida durante sessão da Câmara no dia 13 de novembro, dando conta que haveria venda de procedimentos no estabelecimento, o Sindicato dos Médicos do Pará (Sindmepa) emitiu nota de repúdio nesta quinta-feira (6). Confira na íntegra:

“O Sindicato dos Médicos do Pará repudia declarações da vereadora Joelma Leite, da Câmara Municipal de Parauapebas, que atingem a reputação e imagem da totalidade dos médicos do Hospital Geral de Parauapebas. Ao basear-se em denúncia anônima, que afirma haver venda de procedimentos por médicos no HGP, de forma genérica, sem mencionar nomes, a vereadora coloca toda a classe médica que trabalha no estabelecimento sob suspeita. O que é, no mínimo, irresponsável.

Sabemos que a fiscalização de ações que causem prejuízo à população e ao erário público faz parte da rotina e obrigação do parlamento municipal, porém consideramos imprescindível que todas as denúncias sejam devidamente comprovadas para evitar injustiças com a categoria em geral.

O SINDMEPA deixa claro que não acolhe maus profissionais e não compactua com atitudes anti éticas e fora da lei. Nesse sentido, espera URGENTE MEDIDA DE ESCLARECIMENTO À SOCIEDADE E A COMUNIDADE MÉDICA, com a indicação clara e a apresentação de provas de quem, no exercício da função, está agindo de forma ilegal e criminosa.

Não sendo adotada pela vereadora, a medida acima indicada, espera incontinente retratação e pedido de desculpas à classe médica do município, que, conforme os prejuízos, poderá recorrer à justiça para a reparação dos danos”.

Fonte: F5

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios