Três homens são presos por porte ilegal de arma e venda de ouro roubado em Itaituba

Na tarde do último dia 20, a Polícia Militar prendeu três homens em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e venda de ouro roubado no município de Itaituba, no sudoeste paraense. Na casa onde o grupo estava também foram encontrados uma arma de fogo, coletes balísticos e joias.

De acordo com as informações, um homem estaria vendendo ouro, no bairro Bela Vista, e o produto era parte dos 1.300 gramas –  equivalentes a aproximadamente R$ 4.900 – roubados, no domingo à noite, da casa de um funcionário de uma mineradora.
No local informado, um homem, de 39 anos, foi preso em flagrante com 122,95 gramas de ouro e assumiu que estava vendendo o material para outros três homens, que estariam escondidos no bairro Vitória Régia.

Os militares montaram cerco policial contra o imóvel e encontraram na casa o valor de R$ 10.436,00, em dinheiro. Também foram encontrados um revólver calibre 38, uma pistola airsoft, seis aparelhos celulares de diferentes marcas e modelos, pulseira e anel de ouro, um relógio, além de uma caminhonete, uma motocicleta e três coletes balísticos, um deles de patrimônio da Polícia Militar.

Durante a abordagem, um dos suspeitos, de 20 anos, tentou tirar a arma de um policial, que precisou realizar disparos para contê-lo. O jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O policial militar teve o braço fraturado durante o ato de resistência e foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Os outros dois homens, de 22 e 32 anos, indicados pelo primeiro suspeito, foram presos em flagrante. Todos os envolvidos foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Itaituba, junto com os materiais apreendidos.

*Fonte: Ascom PM

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios