Vacina contra a covid-19 pode custar por volta de R$ 60 reais

O custo da vacina contra a covid-19 que está sendo produzida pelos laboratórios Sanofi e GSK será de aproximadamente 10 euros, por volta de R$ 60, como divulgado no último sábado, 5, pelo presidente do laboratório Sanofi França, em entrevista à rádio francesa France Inter.

“Estamos calculando o total de custos de produção para os próximos meses”, disse Olivier Bogillo. “Chegamos a menos de 10 euros por dose”, estimou. Segundo ele, o “compartilhamento dos riscos com os Estados” permite diminuir os custos.

O grupo sueco-britânico concorrente, AstraZeneca, anunciou um preço mais baixo por sua vacina, que poderia custar 2,50 euros (aproximadamente R$ 15) a dose. O presidente da Sanofi explicou a diferença de preços dizendo que seu laboratório utiliza recursos “internos”, seus “próprios pesquisadores e usinas”, enquanto a AstraZeneca “terceiriza muito sua produção.”

“Os franceses e os europeus terão a vacina Sanofi ao mesmo tempo que os pacientes americanos”, garantiu. “No verão (no hemisfério norte) assinamos com os americanos, na mesma semana com os Europeus e com os britânicos”, resumiu. Os Estados Unidos terão aproximadamente 100 milhões de doses, os europeus 300 milhões e o Reino Unido 60 milhões.

Para a parte europeia, a vacina será fabricada na França, em Vitry sur Seine, na região parisiense, lembrou o responsável, cujo grupo se associou com o britânico GSK.

“Não é comum se associar a um concorrente, mas é melhor em uma guerra contra a covid”, avaliou. Milhões de doses serão fornecidas aos países desenvolvidos com preços “excepcionais”, afirmou.

Apesar dos esforços para desenvolver uma vacina, a OMS (Organização Mundial da Saúde) afirmou nesta sexta-feira (4) que não espera a vacinação generalizada da população contra o coronavírus antes de meados de 2021.

Com informações do Portal viver bem

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios