Vacina contra covid-19 começará a ser testada dia 20 de julho no Brasil

CoronaVac foi desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac

Os testes da vacina CoronaVac desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac, vão começar no dia 20 de julho no Brasil, segundo divulgou o governo do Estado de São Paulo. Os voluntários, obrigatoriamente profissionais da saúde, podem se inscrever a partir da próxima segunda-feira, 13.

A vacina CoronaVac é produzida a partir de cepas inativadas do novo coronavírus e está na terceira fase de testes, quando a vacina já pode ser administrada a um número maior de pessoas. Esta é a segunda vacina a receber autorização para testes no Brasil. Em junho, a Anvisa liberou a realização de ensaios clínicos de uma vacina produzida na Universidade de Oxford, na Inglaterra.

O estudo clínico envolverá 9 mil voluntários distribuídos nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná, além do Distrito Federal. Parte das pessoas voluntárias receberá a vacina e outro grupo deve receber um placebo, sem efeito. O objetivo é verificar se há o estímulo à produção de anticorpos para proteção contra o vírus.

 “É um passo importante na vida do país e na vida e saúde de milhões de brasileiros. Torcemos também para que a vacina de Oxford produza resultado e possa ser produzida para termos duas vacinas em condição de imunização de milhões de brasileiros”, afirmou o governador João Doria (PSDB), em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, nesta segunda-feira, 6.

Denominado Profiscov o estudo determinha que podem se inscrever os profissionais de saúde que trabalham no atendimento a pacientes com covid-19, desde que preencham alguns critérios. Não ter infecção prévia por SARS-CoV-2; não participar de outros estudos; não estar grávida ou planejar engravidar nos primeiros três meses de estudo; não ter doenças instáveis, que afetem a resposta imune ou que precisem de medicações que alterem a resposta imune; não ter outras alterações que impeçam o cumprimento dos procedimentos de estudo (alterações mentais, distúrbios de coagulação, etc).

O Instituto Butantan vai divulgar o material de recrutamento e um aplicativo de smartphone capaz de identificar se o profissional de saúde está dentro dos critérios estabelecidos, até a próxima sexta, 10.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou a realização de testes da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Sinovac na sexta, 3.

O custo da testagem é estimado em R$ 85 milhões e prevê a transferência de tecnologia para que a vacina chinesa possa ser produzida no Brasil.

Fonte: Uol/Estadão

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios