VERGONHA: VEREADORES REJEITAM NOVAMENTE DENÚNCIA CONTRA O PREFEITO DARCI LERMEN EM PARAUAPEBAS

Na manhã desta terça-feira (17) aconteceu na Câmara Municipal de Parauapebas, um novo pedido de afastamento do prefeito Darci Lermen (MDB). O pedido foi protocolado pelo Presidente do PSL Parauapebas, Júlio César,  por irregularidades e suposto esquema criminoso na administração pública. O pedido foi rejeitado por nove votos contra e cinco a favor.

De acordo com informações, trata-se de um suposto superfaturamento na desapropriação de uma área da fazenda “Cachoeirinha” pelo valor de R$ 12.713.266,60 (Doze milhões setecentos e treze mil duzentos e sessenta e seis reais e sessenta centavos) que foi alvo da justiça onde a mesma bloqueou os bens do Prefeito Darci José Lermen e outros servidores públicos.

Na votação, nove vereadores votaram contra o pedido de afastamento,  e apenas cinco vereadores aceitaram a denúncia. Na decisão o pedido foi mais uma vez rejeitado e o prefeito Darci Lermen continua em seu cargo.  O pedido de afastamento foi arquivado pela segunda vez com o apoio dos vereadores aliados ao prefeito,  que são eles: Pavão, Zacarias Marques, Elias da Construforte, João Assis, Kelen Adriana, Horácio Martins, Eliene Soares, Francisca Ciza e José Couto o “Coutinho”.

Segue abaixo o nome dos vereadores que votaram a favor do pedido de afastamento do Prefeito Darci Lermen.

Joelma Leite, Marcelo Parceirinho, Ivanaldo Braz, Joel do Sindicato e Maridé Gomes, esses nomes  votaram a favor do pedido de afastamento do prefeito Darci Lermen aceitando a denúncia protocolada na Câmara Municipal.

Fonte: Direto da Redação do Portal do Carajás

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios